Mostrar 3 resultados

Pesquisa por órgão
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Porto Alegre Josiane Carolina Soares Ramos Com objeto digital Português
Opções de pesquisa avançada
Previsualizar a impressão Ver:

FORMAÇÃO CONTINUADA PARA USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC): A EXPERIÊNCIA DO NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL CORONEL FABRICIANO (2015- 2017)

Diante da Sociedade da Informação, as novas tecnologias são apresentadas em diferentes contextos, e atreladas à educação criam oportunidades para a aprendizagem. Portanto, repensar a utilização de novos recursos na sala de aula requer uma atualização constante do professor, sendo a formação continuada uma forte aliada para repensar as mudanças. A proposta de pesquisa visou identificar os cursos de formação continuada abordando as Tecnologias da Informação e Comunicação- TIC ofertadas pelo Núcleo de Tecnologia Educacional- NTE Coronel Fabriciano, por meio de documentos e entrevista semiestrutura com o gestor, dentificando como acontecem as atividades de formação em tecnologias educacionais para os professores das escolas sob jurisdição da Superintendência Regional de Ensino- SRE Coronel Fabriciano. Em seguida, analisou-se o perfil dos professores que trabalham nessas escolas e suas necessidades de formação envolvendo as Tecnologias da Informação e Comunicação por meio de um questionário online. Após a análise do questionário online, foi elaborado, aplicado e avaliado o curso Linux Educacional 5.0 com a participação dos professores de uma escola estadual. Os cursos mais ofertados pelos NTE são: lousa digital, projetor ProInfo, tablet educacional, google apps e Projeto Segurança, Ética e Cidadania na Internet. Porém, o NTE Coronel Fabriciano enfrenta desafios para realização dos cursos de formação continuada para os professores.

Karina Leticia Julio Pinto

OS SISTEMAS DE GERENCIAMENTO DE DADOS ACADÊMICOS E A GESTÃO EDUCACIONAL: O CASO DO INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

Esta pesquisa baseou-se em um estudo de caso, a partir da problemática de como a gestão educacional do IFRS pode ser impactada pelos sistemas de gestão acadêmica. Traçamos como objetivos, de forma geral, a análise de como os sistemas impactam a gestão democrática da instituição e especificamente a compreensão de que a realidade histórica da instituição levou à multiplicidade de sistemas de gerenciamento acadêmico, as dificuldades enfrentadas pelos diferentes grupos de gestores por não ter um sistema de gerenciamento eficiente, as perspectivas e expectativas na adoção de um sistema integrado de gestão e a
importância dos sistemas informatizados na implementação de programas e políticas públicas, que propiciou discussões sobre a gestão da Instituição. Permitiu assim o monitoramento e avaliação da gestão em um sentido mais amplo, mas também respeitando as particularidades internas. A implementação de sistemas informatizados de gestão acadêmica constitui-se numa política pública e por isso a metodologia de trabalho baseou-se no ciclo de políticas de Ball e Bowe (2001, 2002, 2011) e Mainardes (2006, 2011) que a partir dos contextos de influência, da produção de textos e da prática, permitiram analisar a implementação da política. Nesta pesquisa estes contextos envolveram a análise da conjuntura, tais como o histórico da educação profissional no Brasil, destacando a criação dos Institutos Federais e a consolidação desta política pública, o processo de implantação de sistemas informatizados, bem como a reflexão sobre a concepção de gestão e os processos decisórios que envolveram a definição de um sistema de gerenciamento acadêmico. O percurso metodológico partiu de uma pesquisa qualitativa e descritiva que baseou-se em um estudo de caso. Utilizamos a pesquisa documental de documentos legais, normativas, pareceres, textos e discursos e a revisão bibliográfica sobre a concepção e modelos de gestão, da educação profissional no Brasil e sobre a instituição pesquisada, além disso, fizemos uma pesquisa, através de trabalhos relacionados, sobre modelos de gestão educacional, a partir de teóricos
como Lima, Paro, Luck, Luckesi, Amaral, Comerlatto, entre outros e sobre sistemas de gerenciamento e sistemas integrados, utilizando-se também de teóricos importantes como Lévy, Castells, Laudon e Laudon, Davenport, etc. Para a coleta de dados utilizou-se o método survey que envolveu a realização de entrevistas e aplicação de questionário com gestores e a partir de suas reflexões, realizamos a análise do impacto e da importância do conhecimento e acesso aos dados e informações, através de um sistema seguro e eficiente pelos gestores. Como produto desta análise apresentamos um roteiro com orientações para a implantação de sistemas de gestão que visa contribuir para a implementação de políticas de modernização tecnológica, na perspectiva da gestão democrática e poderá pautar o planejamento e a eficácia de programas e políticas públicas a serem implementados em instituições de ensino.

Denise Luzia Wolff

MAPEAMENTO DAS TECNOLOGIAS PRESENTES NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE PORTO ALEGRE, NO PERÍODO DE 2013 A 2016 PARA DESCOBERTA DE SUAS ORIGENS, MOTIVAÇÕES, PROCESSOS E USOS NO CONTEXTO DA PRÁTICA: UMA ARQUITETURA METODOLÓGICA

O presente trabalho investigou o processo de introdução da Informática na Educação nas escolas estaduais de Porto Alegre, no período de 2013 a 2016. Este processo compreendeu a distribuição dos equipamentos nas escolas e a formação dos professores para usar as tecnologias em sala de aula com a oferta de conteúdos digitais, ações propostas pelo Programa Nacional de
Tecnologia Educacional (ProInfo) do Ministério da Educação e realizadas pela Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul, a partir dos Núcleos de Tecnologia Educacionais das Coordenadorias Regionais de Educação. O principal objetivo deste trabalho foi mapear o processo envolvendo as tecnologias nas escolas da Rede Estadual de Porto Alegre, com a finalidade de analisar as políticas públicas de introdução da Informática na Educação. Adotouse a metodologia quali-quantitativa, organizada no Estado da Arte. Foram combinadas as pesquisas Documental, Bibliográfica, Survey e o método do Ciclo de Políticas para a análise das informações encontradas. Através da pesquisa documental nas categorias quantitativa e qualitativa, buscou-se em fontes primárias, como documentos institucionais, estaduais, federais e internacionais, as informações sobre os projetos desenvolvidos no estado, a história, a legislação e os objetivos que deram suporte às políticas do ProInfo. Na pesquisa bibliográfica, as consultas foram feitas em fontes secundárias, com a intenção de contextualizar as políticas para o uso das tecnologias, seus desdobramentos educacionais, sociais e econômicos. Finalmente, através da pesquisa Survey, apurou-se a opinião dos gestores sobre a percepção de professores, a estrutura das escolas e como aconteceu o uso pedagógico das tecnologias no cotidiano escolar, durante o período investigado. A análise dos resultados alcançados, pela combinação das pesquisas, respeitou a metodologia do Ciclo de Políticas, proposta por Ball e Mainardes (2011), para o tratamento do ciclo contínuo das políticas para a introdução da Informática na Educação. Buscou-se trazer para a discussão as propostas de Ponte (2000), Almeida (2002; 2003; 2008) e Oliveira, A.; Lima (2015) sobre a formação continuada dos professores e as experiências significativas com o uso das tecnologias para a aprendizagem,
relatadas por Silva, M. (2005), Moran, Masetto e Behrens (2013), entre outros autores. Segundo Mainardes (2006), uma política educacional nunca consegue ser totalmente eficiente, porque sofre modificações produzidas pelas crenças e motivações dos profissionais de educação que atuam no Contexto da Prática. Para Alonso (2008), o uso da tecnologia não garante uma ação
pedagógica eficaz e a qualidade na educação. O trabalho visou a contribuir com dois Produtos de Pesquisa: primeiro, um sistema ordenado de mapeamento das políticas educacionais na forma de Arquitetura Metodológica, que pode ser aplicado na investigação de qualquer política educacional a fim de acompanhar suas origens, motivações, processos e usos; e o segundo produto, apresentando como caso específico, os resultados relevantes da investigação sobre a gestão das tecnologias nas escolas estaduais de Porto Alegre.

Mara Rosane Noble Tavares